menu
Notícias / Geral

Trindade do Sul - Trindade do Sul – Assentamento da cidade sedia Fórum Regional do Cooperativismo

Trindade do Sul – Assentamento da cidade sedia Fórum Regional do Cooperativismo

Data de publicação: 5 de abril de 2016
Hora: 09:00h



 


O Assentamento 29 de Outubro, em Trindade do Sul, sediou a 12ª edição do Fórum Regional do Cooperativismo. O evento, organizado pela Emater/RS-Ascar e Coopatrisul, aconteceu na última sexta-feira (01/04) e reuniu lideranças e produtores envolvidos com o setor cooperativo de toda a região. O Fórum é um espaço para discussão e construção de alternativas e ações que visam o fortalecimento do cooperativismo de toda a região e acontece de forma itinerante a cada três meses. Esta edição do Fórum foi realizada com o objetivo de ampliar a participação das mulheres no espaço do cooperativismo regional.


O protagonismo da mulher na sociedade foi tema da palestra ministrada pela diretora administrativa da Emater/RS, Silvana Dalmás. A diretora trouxe dados e informações sobre a participação da mulher no mercado de trabalho, na política, na agricultura e no cooperativismo.  “A mulher agricultora tem tripla jornada de trabalho, é educadora do lar e é decisiva na sucessão familiar. São empreendedoras nas agroindústrias e nas feiras, agregando renda aos seus produtos e garantindo o sustento da família. Têm papel importante na geração da segurança e soberania alimentar. A mulher é o pilar de sustentação da família e da propriedade”, exclamou Silvana. Segundo ela, 47,6% da população rural são de mulheres, e isso influencia o setor cooperativo que, nos últimos 20 anos, testemunhou o aumento de 75% da participação feminina.


Silvana destacou ainda o trabalho realizado pela Emater/RS-Ascar na Extensão Rural de apoio ao cooperativismo. Fortalecer a organização econômica das mulheres, proporcionar acesso às políticas públicas, garantia de renda, valorização da produção de alimentos saudáveis, redução da penosidade do trabalho e inserção da mulher em espaços de decisão são alguns fatores que envolvem as ações desenvolvidas pela Instituição.


“Promover a autonomia é a melhor maneira de alcançar a igualdade em todos os setores da sociedade. A cooperativa está muito associada à família, ao convívio social, aos princípios de igualdade, por isso é um importante espaço ocupado pelo público feminino”, completou Silvana. Na propriedade rural, as áreas com maior participação das mulheres são leite, produção orgânica, mercados institucionais, produção de alimentos e artesanato. “As conquistas desse público são notáveis, entretanto, ainda é preciso mais empoderamento econômico e social para as mulheres”, finalizou.


Três depoimentos de mulheres da Coopatrisul, Cooper A1 e do Sicredi foram chaves para iniciar a discussão sobre a participação das mulheres nas instituições regionais. A partir disso, a assistente técnica regional social da Emater/RS-Ascar de Frederico Westphalen, Dulcenéia Haas Wommer, organizou uma dinâmica. Em grupos, os participantes puderam se reunir e discutir acerca da temática proposta, destacando as conquistas e desafios enfrentados pelas mulheres.


Entre as autoridades, participaram do Fórum o prefeito de Trindade do Sul, Luiz da Silva Rosa, o gerente do escritório regional da Emater/RS-Ascar de Frederico Westphalen, Francisco Frizzo, o vice-presidente da Coopatrisul, Adelfo Zamarchi, e o presidente do Fórum Regional do Cooperativismo, Wagner Rogério Bohn.


A próxima edição do Fórum está prevista para o mês de junho, no município de Jaboticaba. A Cooperjab sediará o evento.


Jornalista Marcela Buzatto - Assessoria de Imprensa Emater/RS-Ascar – Regional de Frederico Westphalen


DiárioRS


CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e  fique informado sobre as notícias da região.





trindade do sul trindade do sul
trindade do sul
rodape diario novo 05 12 15



O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.